Notícia

Dirigentes da ACIL buscam inspiração em espaços dedicados à startups

sexta, 30 de novembro de 2018
O presidente Claudio Tedeschi, o diretor industrial Marcus Gimenes e o superintendente Rodrigo Geara integraram a missão técnica londrinense que visitou laboratórios de inovação na capital paulista

A ACIL está de olho nas transformações do mundo empresarial e empenhada em manter viva a força do associativismo entre as novas gerações de empreendedores.

Descobrir este mundo novíssimo que aos poucos vai transformando todas as áreas do conhecimento humano e todas as relações socioeconômicas é uma das prioridades da associação para os próximos anos.

Esta semana, três dirigentes da entidade estiveram em São Paulo para conhecer os chamados hubs de inovação. O presidente Claudio Tedeschi, o diretor industrial Marcus Gimenez e o superintendente Rodrigo Geara fizeram parte de uma missão técnica promovida pelo Sebrae Londrina e da qual também fizeram parte outros representantes do setor produtivo, ligados à Sercomtel, à Sociedade Rural, ao Sinduscon, ao Sindimetal, ao Londrina Convention Bureau, à APL de TIC e ao grupo Grupo Salus.

Os hubs são estruturas responsáveis pela conexão direta entre startups, investidores e grandes empresas. Nestes locais, os modelos de negócio são apresentados à comunidade empresarial , parceiros e futuros clientes.

A visita, realizada na última terça-feira (27), começou no Oasislab, um espaço de inovação destinado ao varejo no bairro de Cerqueira César.  No local, após visita guiada, o grupo assistiu a palestra “Inovação e Transformação Digital nos Negócios: o Futuro já não é mais como era antigamente”, proferida pelo sócio-diretor do espaço, o professor Jorge Inafuco.

Em seguida, os 20 integrantes da missão foram até o Distrito Applied Inovation, no Jardim América,  onde também realizaram uma visita guiada. O tour prosseguiu no inovaBra (grande hub organizado e financiado pelo Bradesco) , na Bela Vista,  e no Cubo, localizado na Vila Olímpia e ligado ao Itaú Unibanco.

“Foi uma atividade bastante inspiradora, uma experiência que evidencia a urgência de se realizar um trabalho detalhado de organização do nosso ecossistema de inovação”, afirmou o presidente Claudio Tedeschi.

“Esta aproximação dos principais players do setor produtivo da cidade mostra que temos bastante potencial para uma nova era de negócios inovadores e, que, em pouco tempo, poderemos ter o ecossistema totalmente coordenado” , avaliou o diretor Marcus Gimenes.

“A ACIL está disposta a dialogar e interagir com este mundo novo que está se desenhando com cada vez mais nitidez. A cultura da inovação e a cultura do associativismo podem se conectar naturalmente. Mas estamos aqui para acelerar este processo”, explicou o superintendente Rodrigo Geara.

Fonte: Acil